Não é 2020 que está interminável. 2016 é que nunca acabou.